Voltamos!

Voltamos!

Depois de alguns meses ausentes, estamos de volta ao Observatório. Porque "navegar é preciso". Mas refletir nas enseadas calmas também é.
 
Mari energizada pelas águas da Chapada dos Veadeiros e eu um pouquinho menos atribulado após ter assumido a Agência de Pouso Alegre no belo sul de Minas Gerais.
 
Mas ainda voltamos a tempo de entrever a campanha eleitoral interna daqueles que tanto se ocupam com nosso cargo, o Sindifisco Nacional.
 
Sei que já têm alguém pensando que será tempo perdido, que poderia ser ocupado com algo mais pertinente ou produtivo, mas acalme-se . Esses assuntos também serão objeto de editoriais e artigos de colaboradores. É bom conhecer quem será o condutor da lambreta do Sindifisco nos próximos dois anos.
 
Veremos a quantas andam as propostas, pensamentos e projetos e o que podemos esperar dessa eleição.
 
Grande abraço a todos e bem vindos de volta ao Observatório do Analista!
 
João Jacques S. Pena
 
Imagem: Chapada dos Veadeiros
 

Comentários (3)

Maria Sueli

07/11/2015
Sejam bem-vindos.
Do que conhecemos de longa data, penso que nada podemos esperar de sensato de qualquer diretoria do Sindifisco, pois desde o mais acomodado filiado ou não, nesse caso omisso, à alta cúpula da RFB, o pensamento e o agir é o que há de pior no ambiente institucional, tendo já passado da hora de se estabelecer um Termo de Ajuste de Conduta. No meu pensamento, talvez equivocado ou ingênuo, já deveríamos ter esgotado todas as instâncias para denúncias e apelações quanto aos ininterruptos achaques contra os ATRFB, perpetrados pelas autoridades locais ou nas coordenações, e, à essa altura, ultrapassado os limites pátrios com uma denúncia à OIT, quem sabe, ou outro organismo internacional mais apropriado. Oxalá um dia, a soberba dos AFRFB seja substituída por atitudes de respeito a seus pares, os ATRFB, para a resolução definitiva dos conflitos entre categorias, sem o que o caos continuará imperando no ambiente laboral, com repercussão nos resultados muito aquém do necessário para o cumprimento da missão institucional da RFB. Compromisso faz-se imperativo!
Maria Sueli, filiada vinculada à DS-Curitiba/PR

Augusto Magno

12/11/2015
A foto fez-me lembrar do velho ditado popular: "Água mole em pedra dura tanto bate até que fura",

Mari

12/11/2015
E é uma percepção muito real.
Essa foto foi feita no auge da estiagem. Na época das chuvas forma-se uma imensa lagoa na parte anterior. A fenda dá vasão à água para o rio abaixo.

Deixe-nos um comentário

Indique o código abaixo: